SOCIEDADE DAS MULHERES MORTAS
Recadinhos
Nome

Blog




AQUI JAZ...

Nenna

Nilce

Amayah

Déia

Ni

Butterfly

Bíola

Timna

Berg

Clique no nick para visualizar o perfil
Sexta-feira, Agosto 22, 2008


Blog

Acho que já falei com todas, alguns via orkut, outras via telefone, outras via mail.
Tow querendo reativar isso daqui. Assim, uma coisa bem aos pouquinhos, afinal já faz um tempinho...rs
Estou querendo ver se a gente posta via World Press, mas ainda nem sei pra onde vai.
Então me deêm um tempo para eu me atualizar. Estou jurássica no quesito template, apanhei um bocado de css quando quis mexer neste aqui.
Bem enquanto eu tento, vcs poderiam começar a postar. Já mandei alguns convites, e não vi se alguém já aceitou.
Mas vou já lá ver. Então. Mãos a obra! :)

Postado by Ni | 2:30 PM


Já soltou o verbo? Agora assina nosso mapa!



Quinta-feira, Setembro 14, 2006




minha velha infância

Essa semana estive pensando em quantas coisas já vivi, relembrei alguns fatos de minha vida,
e cheguei a seguinte conclusão, não q eu seja saudosista, mais minha infância foi maravilhosa,
não perdi minha infância querendo crescer rápido ou criando problemas onde não havia.
Acho q todas as pessoas têm o direito de viver as etapas de suas vidas da melhor maneira possível,
pra depois mudar de fase tranquilamente sem precisar pular etapas.
Enumerei 60 das melhores lembranças:
1.Ficar de bobeira na praça
2.banco imobiliário
3.jogo da vida
4.detetive
5.imagem e ação
6.fugir e passar o dia na casa da amiga
7.sonhos mirabolantes
8.R. E. L (Reunião de Edificação e Lazer)
9.piscina de ondas no Tropical hotel
10.casa do Tarzan no Ariaú Towrs
11.Bolero de Ravel
12"Carmem" no anfiteatro da ponta negra (assisti e lembro d ter ficado muito impressionada)
13.sorvete da esquina d casa
14.Aquela mangueira...aquele balanço
15. do Leão, a feiticeira e o guarda-roupa à última Batalha
16.ouvir as vezes Richard Clayderman tocar MEMORY (de cats) no piano
17.Novo tesouro da juventude
18.O fantástico mundo do escondido e maravilhoso (nem sei mais se escreve assim)
19.dormir ouvindo música clássica
20.Moon river
21.museu da ciência
22.bola da suframa
23.centro de artes
24.Professora Lis ( tocava um piano brilhantemente)
25.Professora Leila ( voz aveludada)
26.canto livre
27.flauta doce
28.piano por Leila Fletcher
29.uma perna quebrada (3 meses de tédio)
30.prova final em casa
31.milhares de fitas VHS
32.Furo na testa, brincando de pata-cega
33.irmã mais velha fazendo "mulher-maravilha"
34.Feira do livro
35.Fingir estar dormindo pra ñ apanhar
36.apresentação do coral todo fim de ano no Teatro Amazonas
37.pular na cama de pai e mãe de manhãzinha
38.caverna do dragão
39.Betel
40.Monte Sião
41.A bela e a fera
42.Fievel
43.A Pantera cor-de-rosa
44.supernintendo
45.Teatro chaminé
46."Quem quer casar c a dona carochinha, bem pretinha, tem dinheiro na caixinha"
ou então "Dom ratão morreu, carochinha chora, a porta abre e fecha..."
47.Salinópolis
48.casquinha de caranguejo
49.CEIMA (o colégio já virou patrimônio histórico do p.10)
50.A noviça rebelde
51.Festival de verão
52.telefonar da Embratel
53.Annie
54.Fúria de Titãs - Perseu, Pégasus, Andrômeda e Medusa
55.partida de futebol contra as meninas da rua 18
56.Natal na casa da vó
57.SESC
58.Floquinho
59.baralho 21 e canastra
60.Escola dominical domingo de manhã.

Acho que a matéria vem e vai, mais o essencial, o q tem q ser necessário, nunca morre.
Desde cedo eu tive o suficiente. Há quem diga que o dinheiro compra tudo.
Não. O dinheiro é um facilitador, com ele, tudo parece ser mais fácil porém ele não ensina valores,
cultura, não ensina a pensar e nem a vencer limitações. Viver vale a pena.
Postado by Ni | 2:24 PM


Já soltou o verbo? Agora assina nosso mapa!



Quinta-feira, Julho 27, 2006




Páginas do livro da nossa vida...

É certo que não se consegue virar a pág 27 para a 28
e sair livre como um pássaro,
é claro q é necessário um esforço descomunal e
absurdo da nossa parte para prosseguirmos, mais como toda regra
nessa vida é pra ser seguida, alguma hora dessas
temos sim por obrigação virar páginas. Sim,
porque é bom refletir nisso, pois pode-se chegar na
pág 100 arrependido e infeliz. O melhor mesmo
é lutar e se esforçar pra se livrar de grilhões
porque na verdade nunca vi ninguém morrer de "amor"
(se é q o amor pode matar alguém),
um dia após o outro, se deixarmos e quisermos, as
feridas cicatrizam sim. Saram! afinal d contas
só se morre de "amor" no linha direta. Essa sim é
uma ferida sem volta, aí como dizem os amigos
médicos da minha querida irmã : "Nesse caso só mesmo
o Dr.Almir Neves!" Então crianças chega de
ingenuidade. Cuidem-se
obs: Já repararam como andam cada vez mais macabros
esses casos do linha direta? Num dia eu te amo, no
outro pow! já era...ninguém merece!
obs2: não consigo mais postar com meu nome aki,
então eu uso qualquer outro.

By Timna (meio maquiavélica)
Postado by Nenna Marques | 4:49 PM


Já soltou o verbo? Agora assina nosso mapa!



Quarta-feira, Junho 28, 2006


Pra alegrar o dia...

Achei massa o site, só copiei os desenhos q diziam algo de mim. Uma gota de refresco nesses dias azedos...:)







: Less is more | Joss Stone
Postado by Ni | 11:09 AM


Já soltou o verbo? Agora assina nosso mapa!



Terça-feira, Junho 27, 2006


Notícias

Faz tempo que postei aqui a ultima vez.
Naquela época eu estava mais feliz e com uma perspectiva de vida ligeiramente diferente.
Hoje eu não sei em que lugar estou.
A única coisa em que ainda me sinto satisfeita é com meu trabalho.
Vocês não sabe como é dificil me libertar de velhos hábitos e seguir em frente sem olhar pra trás.
Tem um buraco dentro de mim, e eu não sei como preenche-lo ou como não me sentir destruída pelo que fiz a mim mesma.
Não, não existe raiva, ódio ou ira dentro de mim. Só uma dor tão imensa que as vzs transborda e desce salgada pelo rosto, muitas vzs de madrugada e em silêncio, e me pergunto como foi que me entreguei dessa forma tão sem reservas e revelando todos os segredos, inclusive os mais obscuros.
A minha frente agora só consigo ver uma penumbra, sem conseguir visualizar o que vêm depois e o que há pra se lutar.
Estou sozinha, perdida e algemada. Cativa de mim mesma, em uma redoma que eu mesma construí.
Não tem muito tempo que os sonhos estavam povoando nossas mentes. Aonde, quando e com quem.
Hoje eu posso dizer que não me permito mais sonhar. Os meus sonhos desbotaram e arrancaram de mim o que eu tinha de mais precioso.
Postado by Ni | 6:51 AM


Já soltou o verbo? Agora assina nosso mapa!



Domingo, Janeiro 08, 2006


Casamento

Pois é. Mais uma das mortas casou.
E dessa eu posso falar bem, acompanhei a história de vida dela desde os 14 anos, a mesma que um dia a gente vai sentar e contar aos nossos netos.
Parece que foi ontem né, Nêssa, que eu ía pra seu apartamento no Eldorado e passava a tarde lendo, comendo brigadeiro, deitada no colchão no chão da sala.
Já nos separamos, você morou longe, eu quase morri de saudade, a conta do telefone dava horrores...rs
A gente briga, se desentende, se desconhece, mas a gente sempre está do lado uma da outra. E aprendi que é isso que conta.
Dizem que há três grandes momentos na vida de uma mulher. Quando ela se forma. Quando ela casa. E quando ela se torna mãe.
E você casou. É um grande passo. O primeiro pra uma o começo de uma vida.
Eu só te desejo o melhor, e em abundância. Que a sua vida seja sempre no tempo de Canaã. Que sua felicidade seja completa e que você construa um castelo com todas as pedras do caminho.
É na dificuldade que se conhece quem se ama de verdade.
Amo você, Mianna. :)

Agora, vamos ás fotos!


Ainda no carro...


Se arrumando...


Família Silva.


Entrando...


Momento solene...


O "tio Hermes"


Agora não tem mais jeito...


Ele não queria mais largar a noiva...


Abraço de melhor amiga...


As mortas presentes...


O Berg apareceu...


Todo mundo querendo casar...


O amor é lindo...

PS: Hanenna, mais fotos no meu Multiply...:)
Postado by Ni | 10:05 AM


Já soltou o verbo? Agora assina nosso mapa!



Sexta-feira, Janeiro 06, 2006


Meninada



Tomando tacacá...


Gastando tuudo no Amazonas play...


Victória, princesinha da família


Depois de tudo, bem cheiroso...rs


Tomando café regional...


Elas acabaram de acordar...


Sobrinhada


Na pista de patinação...


Lindaaaa


Lindooo


Eles pensam que sabem patinar...

Postado by Ni | 4:02 PM


Já soltou o verbo? Agora assina nosso mapa!



Sábado, Dezembro 10, 2005


Momentos

ontem fui ao cinema, fazia meses que eu ñ pisava em um
cheguei em cima da hora muito afim de ver NÁRNIA, os ingressos
estavam esgotados e fui ao shops ver se conseguia assistir antes
da meia-noite.(É que esse livro tem um valor sentimental, traz
lembranças muito marcantes da infância) Pegamos uma sessão dublada,
a essa altura isso já não era mais um problema, sentamos na primeira
fileira pq não havia mais lugares, dei sorte d ainda pegar lugar sentada!
O filme começa, se desenrola e continua...A minha expectativa agoniante
sobre cada detalhe da história me empolgava, acho que eu me empolguei
mais com os detalhes da história do que com o próprio filme hehehe
já no meio indo pros finalmentes eu já estava viajando em tantas
lembranças q ñ podia me conter, chorei igual bebê, ri igual "mininu"
qdo tá empolgado e a Fabíola: "mana te controla"
agente cresce, vive, sobrevive, dia após dia, anos após anos,
mais alguns detalhes dessa vida corrida nos marcam, estão lá,
memórias e lembranças...No geral gostei do filme. O visual foi espetacular
Só achei que alguns detalhes e emoções não foram muito bem captados.
Mais só de relembrar épocas já foi mais do q suficiente. Valeu!
obs: Não consigo mais postar aki então usei o nome de outra. Tímna Silva
Postado by Nenna Marques | 8:35 AM


Já soltou o verbo? Agora assina nosso mapa!